Delegacia de Polícia de Port-des-Anges

Ir em baixo

Delegacia de Polícia de Port-des-Anges

Mensagem  Admin em Qua Jul 02, 2014 12:34 am

O Departamento de Polícia de Port-des-Anges é de onde saem todos os esforços para que a lei seja cumprida e a ordem mantida. Encontra-se na ZONA LESTE da cidade.


avatar
Admin
Admin

Mensagens : 124
Data de inscrição : 30/06/2014

Ver perfil do usuário http://bloodprelude.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Benjamin O' Ericson - Narração

Mensagem  Benjamin O' Ericson em Seg Jul 07, 2014 3:21 pm

O comboio que Benjamin acompanhava não demorou muito ao tirá-lo do carro e atravessar a entrada da delegacia. Ali de dentro, a diferença entre o ambiente externo e interno da instância não eram muito diferentes; a arquitetura era pragmática e objetiva, tal qual os policiais que ali exerciam. Mentalmente ele comparou aquela particular delegacia com as - poucas - outras que havia conhecido, assumindo para si mesmo que a estranhável seriedade no local era fruto da recorrência de atentados como aquela do qual estava sendo acusado. Os passos que dava na direção indicada pelos policiais eram largos e nada contidos, o que reforçava o tom de despreocupação que martelava na cabeça daqueles policiais.
avatar
Benjamin O' Ericson

Mensagens : 18
Data de inscrição : 06/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Narração - Benjamin

Mensagem  Admin em Seg Jul 07, 2014 3:33 pm

Eles continuam caminhando, passando por um corredor, até chegarem a uma porta anti incêndios branca, onde estava escrito “sala de interrogatório”. Um dos policiais abriu a porta, e o outro soltou as algemas de Benjamin, guiando-o para dentro daquela sala. Ali havia uma mesa branca, duas cadeiras, e o tradicional espelho, que qualquer um que já tenha assistido filmes policiais poderia presumir que só era apenas uma maneira de olharem de fora o que acontecia ali dentro. O policial que estava sendo o responsável pelas falas diz mais uma vez.

- O senhor deverá aguardar aqui, até que o responsável apareça. Não levará muito.

E uma vez que Benjamin esteja dentro da sala, o homem fecha a porta, deixando-o naquele lugar de arquitetura e decoração bem monótonas. Mas também, normalmente, quem está em um lugar como aquele raramente repara em tais detalhes.

avatar
Admin
Admin

Mensagens : 124
Data de inscrição : 30/06/2014

Ver perfil do usuário http://bloodprelude.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Benjamin O' Ericson - Narração

Mensagem  Benjamin O' Ericson em Seg Jul 07, 2014 3:55 pm

Tinha sido tratado como gado até então. Não que esperasse que fosse diferente... Na verdade, não esperaria sequer está sendo preso há algumas horas atrás. Ele analisou os quatro cantos da sala de interrogatório antes de enfim render-se sobre a cadeira reservada a si, engolindo as palavras do policial com profundo desinteresse. " Responsável? Qual é, qualquer um de vocês poderia sentar ali e começar a perguntar. Tenho assuntos fora da sua delegacia. " Bradou. Ele colocaria as duas mãos - agora livres - sobre a mesa, entrelaçando os dedos e apoiando os antebraços. Em seguida ele direcionou a cabeça para entre os braços, batendo a testa na mesa enquanto murmurava qualquer coisa para si mesmo. Os pés esticaram sob a mesa, relaxando também, sustentando as pernas sobre o peso do calcanhar que tocava o chão através dos sapatos marrons. Quem o visse naquela situação não deixaria de se perguntar porque alguém como Benjamin estava sendo preso por qualquer motivo que não fosse estar bem vestido demais para a ocasião.
avatar
Benjamin O' Ericson

Mensagens : 18
Data de inscrição : 06/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sebastien - Benjamin

Mensagem  Sebastien Chabal em Seg Jul 07, 2014 4:08 pm

Benjamin ficou em seus pensamentos por alguns minutos, e então ouviu a porta se abrindo. Por ela, passou um sujeito enorme. Algo próximo de dois metros. Um pouco mais, um pouco menos, não faria diferença. Vestia-se de maneira simples. Calças jeans, botas negras pesadas, de couro. Uma camisa jeans mais escura do que a calça, com mangas curtas, meio aberta. Possuía cabelos negros, assim como barba da mesma cor, olhos castanhos escuros. O homem encarava Benjamin, e o Bruxo poderia ver os músculos da mandíbula do homem se contraindo um pouco, apesar da barba. Ele colocou um pé sobre a outra cadeira, apoiando um cotovelo no joelho dobrado.

- Sabe o que é interessante? Uma semana cheia de merda acontecendo na cidade. Massacres, assassinatos estranhos, estupros. Toda a porcaria caótica que você pode imaginar. E então, recebo a notícia de um cara sendo preso por... fazer as calças de policiais caírem, em pleno aeroporto. Eu sou um cristão dedicado. Por isso, rezei pra que estivessem todos loucos. Mas então, assisto um belo vídeo mostrando exatamente isso... Você chega, aponta, e as calças caem. E sua aura me mostra que é um Bruxo. Juntando A + B... Chego à conclusão de que não te ensinaram que não deve sair brincando de Harry Potter por aí. E vejo também que é uma cara nova... Tive que limpar 8 mentes por causa da sua brincadeira. Eu controlo a segurança dessa cidade. A polícia é minha. Como a merda que fez não foi assim tão grande, hoje eu vou te aliviar, mas terá que fazer um servicinho pra mim...

avatar
Sebastien Chabal

Mensagens : 3
Data de inscrição : 01/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Benjamin O' Ericson - Sebastien

Mensagem  Benjamin O' Ericson em Seg Jul 07, 2014 4:57 pm

Benjamin ergueu-se sobre os pés assim que o sapato do homem tocou o acento da cadeira a sua frente. Os olhos ergueram-se até a altura dos do homem, o que forçou o rapaz a inclinar-se para trás em função da - pouca - diferença em suas estaturas. A expressão, no entanto, manteve-se impassível durante todo o discurso do antagonista; exceto durante a contração de mandíbula e a menção de sua aura. Ele abriu os lábios para contestas, mas forçou-se a engolir as palavras e, a princípio, limitou-se à erguer os braços rentes as laterais do próprio corpo, direcionando os indicadores de ambas as mãos para o homem. Mais uma vez, ele abriu a boca e as palavras saltaram para frente, confrontosas e em igual proporção às de Sebastien. " E o adjetivo que você resolve usar para isso tudo ainda é interessante? Eu pensei que criaturas como você fossem a origem de toda a merda. Mas acho que eu não sou muito esclarecido. " Benjamin olhou para baixo e escapou uma risada, como que divertido ao pensar nas últimas palavras que dissera. " Veja, eu nunca supus que gente como você pudesse entender como magias de Harry Potter funcionam, mas devo dizer que sua santíssima trindade não vai ajudar em muita coisa nesse contexto; seu deus é jovem e ainda precisa trocar as fraldas antes de receber o crédito por coisas que você não consegue explicar.  Sobre a sua polícia, penso ser absolutamente contraditório o fato de ter a polícia em suas mãos e, ainda assim, deixar a merda acontecer por aqui por tanto tempo, como uma semana." Benjamin voltou a se sentar e fez uma longa pausa, quase como se debatesse consigo mesmo qual seriam seus próximos movimentos. " E, afinal, supondo que minha reciprocidade me leve a querer retribuir o favor que você tão caridosamente me prestou,  o que, supostamente, eu deveria fazer?
avatar
Benjamin O' Ericson

Mensagens : 18
Data de inscrição : 06/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Sebastien - Benjamin

Mensagem  Sebastien Chabal em Seg Jul 07, 2014 7:22 pm

O homem ouviu o que Benjamin tinha a dizer. No final, ele apenas acenou positivamente, acabando por fazer um “bico”, como se concordasse plenamente com o que ele estava dizendo. E então, antes mesmo que seus sentidos humanos pudessem relatá-lo de qualquer coisa, Benjamin sentiu suas costas batendo na parede, retirando-lhe o fôlego imediatamente. Uma dor tomou seu pescoço, como se ele tivesse sido torcido ou tomado um grande tranco. Uma mão estava em seu rosto, pegando o queixo inteiro, o qual ele apertou, mostrando que poderia esmagá-lo tão fácil quanto Benjamin poderia esmagar uma frágil casca de ovo, talvez mais fácil. O olhos nos olhos. Os olhos do Vampiro tornaram-se mais claros, tomando um tom mais amarelado, e suas presas ficaram visíveis quando ele começou a falar. Benjamin estava preso à parede, tendo o peito pressionado contra ela pelo punho do Vampiro, que segurava as roupas do Bruxo.

- Que engraçado você... Agora, se tentar qualquer merda, eu arranco a sua cabeça, mortal. Não me deixe mais tentado do que já estou.

Terminou a frase até “rosnando” um pouco. Benjamin sentiria vindo dele uma aura assassina que jamais sentiu na vida. Algo que alguém poderia sentir de um bando de leões, um perigo eminente. Aqueles olhos, aquelas presas. O cérebro primata de Benjamin inconscientemente atribuía a visão que tinha a um temível predador, talvez, o mais temível que poderia existir. Mantendo aquele contato visual, o homem disse, em tom autoritário.

- Você irá para a Casa dos Segredos, na Zona Oeste da cidade. Se juntará aos seus iguais, e descobrirá o que estão fazendo, e o que tá acontecendo naquela casa. E na próxima vez que nos virmos, me contará tudo nos mínimos detalhes, e enquanto procura, manterá sigilo absoluto.

Benjamin teve uma estranha sensação, uma verdadeira obrigação de cumprir aquilo que o homem falava. E então, Benjamin foi solto. O homem caminhou na direção da porta, a abrindo, e antes de sair, olhou para o Bruxo, dizendo.

- Mande lembranças de Sebastien Chabal para as meninas Bouchard. Está livre pra sair, e não se esqueça do seu servicinho.

Ele então saiu dali. É claro qu seria impossível Benjamin se esquecer da ordem dada. A porta ficou aberta, e aos poucos, o Bruxo recuperava a capacidade de respirar normalmente, embora a dor no pescoço continue a mesma.

avatar
Sebastien Chabal

Mensagens : 3
Data de inscrição : 01/07/2014

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Delegacia de Polícia de Port-des-Anges

Mensagem  Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum